Um dos fascínios da arte contemporânea está na liberdade cada vez maior de estabelecer elos entre diferentes formas de linguagem. Dessa forma, técnicas distintas ou temáticas aparentemente desconexas podem, pelo trabalho de diversos criadores, realizar casamentos que pareceriam mais impossíveis. É exatamente isso que ocorre nas obras de Luiz Prieto. Suas execuções com tinta acrílica e spray sobre papel reciclado com cera de carnaúba dialogam com a delicadeza da pintura e com a ousadia do grafite.

One fascinating quality of contemporary art lies in the increasing freedom to establish connections between different forms of language. In this way, distinct techniques or seemingly disconnected themes can, through the work of various creators, end up in unexpected surprising matches. This is precisely what happens in the work of Luiz Prieto, where acrylic paint and spray paint on paper recycled with carnauba wax dialogue with the delicacy of the painting and the boldness of the graffiti.

Dessa conversa surge um conjunto visual que gera um significativo estranhamento. Ele é significativo por ser original em sua essência. Oferece ao observador múltiplas possibilidades de leitura tanto pelo resultado ofertado como pela curiosidade que o processo desperta. Trata-se de uma combinação entre aquilo que se faz e o como é feito capaz de instituir uma atmosfera de mistério.

From this conversation arises a visual set that generates a significant estrangement. It is significant because it is original in its essence. It offers the observer multiple possibilities, both for the result it suggests and also for the curiosity triggered by the the process. It is about the combination of what is done and how it is made, which is capable of creating an atmosphere of mystery.

O estranhamento provém pela mescla entre a complexidade e a simplicidade visual. Se o fundo remete ao grafite urbano, aos padrões e a um certo caos de uma metrópole no sentido de uma densidade de imagens, a figura central seduz por um certo lirismo e leveza. Chega-se então a uma poética pessoal e visceral, diferenciada e autêntica. O encontro entre o lirismo da natureza, em suas formas mais aprimoradas, e a estética urbana, em sua busca crítica e por respostas ao universo construído pelo ser humano que fascina e oprime, gera encantamento.

The estrangement comes from the blend of complexity a nd visual simplicity. While the background refers to the urban graffiti, the patterns and a certain chaos of a metropolis in the sense of image density, the central figure seduces by a certain lyricism and lightness. One gets then to a personal and visceral poetic, differentiated and authentic. The encounter between the lyricism of nature, in its most perfected form, and the urban aesthetics, in its critical search for answers to the oppressive and fascinating universe created by humankind, generates enchantment.

Prieto chega assim a uma encruzilhada da qual consegue sair com distinção. O risco era não atingir uma solução que combinasse as duas vertentes. Sua pintura, no entanto, mantém a plasticidade das técnicas consideradas mais tradicionais sem perder o vigor que a contemporaneidade coloca em cena como resposta permanente a uma racionalidade em que as contradições convivem permanentemente. A observação de cada quadro do artista é uma espécie de denso jogo de sensações. Entre a natureza e a arte de rua, existe uma tensão, mas, acima de tudo, uma conciliação. A figura retratada pede importância perante um procedimento concepção que carrega em si um respeito profundo pela arte do fazer e do pensar, estruturas essenciais num universo em que refletir sobre o mundo é o início de um agir para transformá-lo.

Texto de Oscar D’Ambrosio. Ele é doutor em Educação,
Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie
e mestre em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp.

Prieto thus arrives at a crossroads from which he emerges with distinction. The risk was to not reach a solution that allowed the combining of the two art forms. His painting, however, maintains the plasticity of the more traditional techniques, without losing the vigor that contemporaneity brings as a permanent answer to the rationality in which the contradictions live permanently. The observation of each of the artist’s paintings is a kind of dense set of sensations. Between nature and street art there is tension, but, above all, conciliation. The object portrayed demands importance before a conceptualization process that carries in itself a deep respect for the art of making and the art of thinking, essential structures in a universe in which to reflect on the world is the beginning of the action to transform it.

Oscar D'Ambrosio holds a Ph.D. in Education,
Art and History of Culture
from Mackenzie University and a Master of Arts
from Unesp Institute of Arts.